Serviços

Passado e Futuro juntos

Cravação Estacas Pré Moldadas

A cravação das estacas geralmente é efetuada à percussão através de equipamentos denominados bate-estacas, os quais podem movimentar-se sobre rolos metálicos ou esteiras, os quais são constituídos basicamente por um chassi confeccionado em estrutura metálica reforçada ou por uma máquina hidráulica (tipo escavadeira), por um sistema de guinchos e cabos de aço, uma torre executada em estrutura metálica rígida para acoplamento de martelos hidráulicos, à diesel ou do tipo “queda livre” e um motor. A absorção e distribuição de parte das tensões dinâmicas que surgem em decorrência dos frequentes impactos dos martelos sobre as cabeças das estacas são efetuadas por um dispositivo denominado capacete metálico, o qual é instalado entre o martelo e o topo das estacas (cabeça). Esse dispositivo apresenta na sua parte superior, placas de madeira industrializada (tipo madeirit) cuja finalidade é regularizar a superfície de contato entre o cepo e a base do martelo, sobre as quais se deixa cair o martelo e, de um cepo de madeira dura com fibras paralelas ao eixo da estaca. Na parte interna desse capacete metálico, sobre o topo das estacas, é instalado um coxim de madeira macia  com diâmetro igual ao das estacas a serem cravadas. 

Em geral, equipamentos dotados de martelos do tipo queda-livre proporcionam eficiência (relação entre a energia disponível e aquela efetivamente transferida às estacas) situada entre 40% e 60% e eficácia (número de golpes por minuto desferido sobre as estacas) entre 30 e 40. Equipamentos dotados de martelos hidráulicos proporcionam eficiência (relação entre a energia disponível e aquela efetivamente transferida às estacas) situada entre 75% e 90% e eficácia (número de golpes por minuto desferido sobre as estacas) entre 60 e 100, além de possibilitarem maior velocidade de manobras e, por consequência redução de tempo nas operações de cravação e significativa redução dos ruídos provocados pelos sucessivos impactos sobre os topos das estacas em processo de cravação.

O processo de cravação se inicia posicionando-se o bate-estaca sobre o piquete indicador do centro da estaca a ser cravada. Na sequência a torre do bate-estaca é aprumada, levantando-se em seguida o conjunto formado pelo martelo e o capacete metálico para o alto da torre e, com o cabo auxiliar de manobras, a estaca é trazida para junto da torre. Em seguida a estaca laçada com o cabo de manobras é assentada sobre uma circunferência traçada no solo, cujo centro se localiza exatamente sobre o piquete que serve de referencia à estaca a ser cravada. O conjunto formado pelo martelo e o capacete metálico é descido até que este último se encaixe na cabeça da estaca, estando previamente já colocado entre a cabeça e o capacete, o coxim de madeira mole. Após esta operação, controla-se o prumo da estaca com um prumo de face e inicia-se então o processo de cravação propriamente dito. 

MAIORES INFORMAÇÕES: CATÁLOGO COMPLETO  RELAÇÃO EQUIPAMENTOS:EQUIPAMENTOS

(67) 3398 2222 - Campo Grande - MS | (12) 3653 3376 - Caçapava - SP | (65) 3549 3636 - Lucas do Rio Verde - MT

Desenvolvido por: Youzoom